Categoría: Convocatoria

10 100 1000 centros sociais

Estaremos com o posto dos livros na jornada solidária com as encausadas da insumisa e do escárnio
Programaçom:
14:00h · Jantar (reservar através do correio: csoaescarnioemaldizer@riseup.net)
16:30h · Contacontos
18:00h · Palestra: ”um ano contra os centros sociais, o caso da insumisa e do escárnio”
20:30h · Ceador e concertos:
Feral Booty
Zaf
Flow do toxo
Menina Arroutada
Todas as actividades terán lugar no C.S.O.A. O Aturuxo das Marías. rua cruzeiro do Galo 1B. Compostela.

Ataques à liberdade de expressom e a repressom ao jornalismo crítico

“Palestra em torno a liberdade de expressom e a repressom ao jornalismo crítico ao cargo de Boro LH, julgado recentemente pola sua labor como jornalista. Contaremos também com intervençons de companheiras dos médios galegos Galiza Contrainfo e Novas da Galiza.”
Terá lugar no C.S.O.A. O aturuxo das Marías. Rua Cruzeiro do galo 1B. Compostela

Inauguraçom do novo Ateneo Libertario Xosé Tarrío

O próximo sábado 15 de Setembro estaremos coas companheiras do Ateneo Libertario Xosé Tarrío

Deixamos aqui a info do evento:

O ateneo trasládase á Rúa Gil Vicente 17 (Agra do Orzán.

A partir das 15:00:

– Disfrutar dunha rica paella vegana popular.

– Asistir á presentación do proxecto acompañada dun repaso da historia dos ateneos libertarios en Coruña a cargo dun compañeiro da Unión Anarcosindicalista.

– Pasar un bo tempo en boa compañía e con boa música en directo de Feral Booty e o rap de El Cos.

A um ano do despejo do Escárnio – Jornadas pola okupaçom

Máis info: https://www.facebook.com/events/261136951098847/

Esta sexta feira, a um ano do despejo do CSOA Escárnio e Maldizer, e em solidariedade coa CSOA Insumisa, organizamos a seguinte jornada:

– 18h Palestra sobre a nova regulaçom nos despejos nos casos de okupaçom

– 20:30h Concentraçom na Praça do Pam: Pola okupaçóm e en solidariedade co Escárnio e Maldizer e co CSO A Insumisa

– 22h Ceia

– 23h Concerto e Pinchada
– Punkiereteiras
– As Marías Son’d Sisters (Foliada-Gipsy)

Anímadevos e vide connosco!

DIFUNDE E PARTILHA!

Coruña Libertaria

II Jornadas anarquistas

MAIO:

25 – Sexta-feira às 20:00 na Rua Washington 36:
Presentaçom do novo coletivo “Centro de estudos sociais Germinal” e presentaçom das jornadas.

29 – Terça-feira às 20:00 na Rua Washington 36:
Presentaçom do livro “A Coruña anarquista: na procura do ideal de liberdade” e palestra “O anarquismo coruñés ata 1936” por Oscar Freán, autor do livro.

30 – Quarta-feira às 20:00 na Rua A Paz 16:
Projeçom do filme “Nuestro culpable” de Fernando Mignoni (1937)

XUNHO

3 – Domingo às 12:30 no cemitério de San Amaro:
Ofrenda floral aos mártires da greve geral de 1901 na Corunha

6 – Quarta-feira às 20:00 na Rua A Paz 16:
Projeçom do documentário “Memorias rotas, balada sobre el comandante Moreno” a cargo da sua diretora Manane Rodríguez

8 – Sexta-feira às 20:00 na Rua Washington 36:
Palestra sobre Ramón de la Sagra a cargo de Ascensión Cambrón

11 – Segunda-feira às 20:00 na Rua A Paz 16:
Palestra “Galiza nas redes anarquistas internacionais” a cargo de Eliseo Fernández.

15 – Sexta-feira às 19:00 na Rua Washington 36:
Projeçom do filme “Viva Zapata” de Elia Kazan comentada por Alber Ponte.
A continuaçom, palestra “O movemento agrario na comarcal de San Pedro” a cargo de Ramón Boga.

20 – Quarta-feira às 20:00 na Rua Washington 36:
Projeçom do filme “Amanece sobre España” de Louis Frank e palestra sobre o documentário durante a Revoluçom espanhola (Buñuel, Hemingway, Dos Passos)

22 – Sexta-feira às 22:00 na Rua A Paz 16:
Palestra “Esperanto e anarquismo” a cargo de Carlos Sánchez Crestar

27 – Quarta-feira às 20:00 na Rua A Paz 16:
Projeçom do filme “Furia libertaria”

30 – Sábado:
11:00 Roteiro libertário (por concretar)
20:00 Palestra “Transición e movemento anarquista” a cargo de Miguel Ángel Martínez e presentaçom de Carlos López na Rua Washington 36

Organiza: Centro de estudos sociais Germinal, Ateneo libertario Xosé Tarrío, Unión anarcosindicalista.

Colabora: Ardora (s)ediçons anarquistas.

Dia das Letras com o bloco reintegracionista

Informaçom da convocatória:

Como é habitual no Dia das Letras, este 17 de Maio haverá reivindicaçom lingüística nas ruas da Galiza. Será umha única manifestaçom nacional, convocada pola plataforma “Queremos Galego”.

Mais um ano o reintegracionismo de base organizado estará presente na mobilizaçom com cortejo próprio. Soma-te ao bloco reintegracionismo, porque queremos falar ao mundo com os pés na Terra!

Eis as entidades aderidas até agora à convocatória.

Associaçom de Estudos Galegos (AEG)
Ardora, (s)ediçons anarquistas
BRIGA
Centro Social A Gentalha do Pichel (Compostela)
Centro Social Gomes Gaioso (Corunha)
Centro Social A Revolta (Vigo)
Centro Social Faisca (Vigo)
Centro Social Fuscalho (Baixo Minho)
Centro Social Mádia Leva (Lugo)
Centro Social Xebra (A Marinha)
Coletivo Terra (Pontedeume)
Diário Liberdade
Escolas de Ensino Galego Semente
Fundaçom Artábria (Trasancos)
Galizalivre
SCD do Condado (Condado)

Mulheres contra o cárcere. Reflexos, vivências e luitas.

Mulheres contra o cárcere. Reflexos, vivências e luitas.

O próximo dia 16 de maio, quarta-feira, no CSA do Sar contaremos com o grupo anti-carcerário Les trois passants (Toulouse) que às 19:00h apresentaram o documentário «Nos robaron las noches» e despois terá lugar um encontro e debate com Pastora do coletivo Familias frente a la crueldad carcelaria e Les trois passants ,realizadoras do documentário. Para rematar a jornada faramos um ceador pra intentar cubrir os gastos.

Aqui vai descriçom do documentário e da atividade:

Com o passo do tempo, quem nos solidarizamos com as nossas colegas presas, aprendemos e continuamos a aprender no caminho, e neste, observamos a incessante luita, resistência e trabalho que as mulheres (dentro e fora dos cárceres) realizam, nom só como tecedoras de memória e contra o esquecimento, senom como portadoras de umha luita incessante contra o encerramento, o cárcere, o sistema penitenciário e jurídico. Porém, inclusive nos meios contestatários pouco se diz sobre elas, pouco sabemos delas, pouco se escuta.

É por esta razom, que nesta ocasiom, longe de fabricar umha visom de inocência e vitimismo, queremos fazer um eco e abrir um espaço para a palavra das maes, irmás, parceiras, mulheres solidárias, filhas e ex-presas que enfrentam o sistema penitenciário, o encerramento dos seus seres queridos, o distanciamento, o desprezo, a humilhaçom, o maltrato e a tortura sexual, o assinalamento, a estigmatizaçom e a hipotética justiça.

É através deste documentário que queremos escutar as suas vozes e reflexons, que queremos abordar estas preocupaçons que rodeiam o cárcere dentro e fora dos muros, mas principalmente permitir intercâmbios, tecer laços e encontrar caminhos, espaços e açons pela liberdade.

Com a finalidade de trocar e compartilhar reflexons, depois de que se apresente este documentário teremos um debate entre pessoas do coletivo Les trois passants (Toulouse) e Pastora, do coletivo Familias frente a la crueldad carcelaria.”

Vemo-nos ali!

Festa do 17 que se fai o 12

O próximo 12 de Maio estaremos co posto na festa do 17 que organiza a Gentalha do Pichel em Compostela

Programa:

→10.30 Alborada e cabeçudos polas ruas de Compostela
Feira de criadoras na Praça do Pam
→12.30 “Com Martina na tina”, atividade para crianças, na praça 8 de Março
→13.00 Sessom vermute com Lévedo. Un proxecto de Bouba e A Máquina de Mallar, na praça 8 de Março
→14.30 Jantar popular com opçom onívora ou vegana na praça 8 de Março
→17.30 Foliada dos cursos co alunado de ITACA.Asociación xuvenil e cultural.a, A Gentalha do Pichel e Semente Compostela na Praça do Pam
→ 21.30 CONCERTOS NA PRAÇA 8 DE MARÇO
→GRUPO GANHADOR DO II ECLOSOM: NUADA
→ Ezetaerre
→ The Tetas’ Van
→ PICADISCOS Ferromona