Etiqueta: galiza

Nordês nº17

Nesta entrega os artigos: Umha viagem sem retorno a nossa completa liberdade e dignidade. O que acontece na lama?. De escravas a companheiras, o primeiro manifesto das libertárias galegas. Jornada de reflexom. Lendo ‘Anarquistas y libertárias, aquí y ahora’.

 

Animamos a fotocopiar e difundir

Descarga:

· Nordês nº17.

Mancomunidade. Uma terra livre sem estado

“Mancomunidade. Uma terra livre sem estado”, de Joám Evans Pim

O livro recolhe “uma proposta libertária fundamentada numa organização comunal do território”. Como o próprio autor desenvolve som “retalhos de uma obra coletiva que está ainda por fazer. Uma constelação de ideias, histórias e desejos que apontam para um jeito distinto de entender uma terra livre.” Dividido em três seçons principais, o livro achega primeiro a proposta mancomunitária como organizaçom política e territorial e a sua aplicabilidade para o caso galego. No segundo capítulo o autor centra a atençom nos antecedentes em relaçom às comunidades que na Galiza se estruturárom em paralelo ou de costas ao estado, assim como das ideias elaboradas ao respeito para, por último, elaborar umha síntese que explique o sentido da Galiza sem estado. O prólogo escreve-o Lara Barros, ativista vinculada ao sindicalismo agrário, historiadora e especialista em montes vizinhais, quem acha o livro como “um exercício de liberdade de pensamento”, “sustentado numa liberdade de ação que lhe dá um alto conhecimento de causa”. O seu autor, Joám Evans Pim, é labrego e comuneiro nos montes de Lousame. Também é doutor em antropologia, membro do coletivo Véspera de Nada e da Academia Galega da Língua Portuguesa. Esta faceta multidisciplinar reflete numha temática e numha narrativa que fai com que este livro seja um lançamento novidoso no panorama editorial e político galego. Umha proposta com os antecedentes e movimentos sociopolíticos da Galiza presentes, e com a cabeça e as maos num futuro imaginado e, por isso, possível. Mancomunidade é um livro que ajuda a pensar futuros alternativos, que imagina umha Galiza mais justa, sem estado ou contra o estado.

FICHA TÉCNICA

Mancomunidade: Uma terra livre sem estado

Joám Evans Pim

Ardora (s)ediçons anarquistas

Impresso em Compostela por Sacauntos Cooperativa Gráfica

Agosto, 2019

8 euros

ISBN: 978-84-120648-4-1

 

Encontro anarquista do livro em Compostela

Encontro do Livro Anarquista em Compostela 🏴🔥

O que é? 📚✊
-Um espaço autogestionado arredor do livro
-Umha oportunidade para encontrar-nos, conhecer-nos e para estabelecer relaçons com coletivos, individualidades, projetos políticos e culturais, movimentos sociais…
-Umha proposta para ler, escuitar e debater sobre o anarquismo e o movimento libertário e anti-autoritário

Onde?
-As apresentaçons, obradoiros, debates, projeçons ou postos de distris serám no @CSOAoaturuxodasmarias (com possibilidade de ampliar a outros espaços)

Quando?
-Em maio, sexta-feira 10, sábado 11 e domingo 12

Quem?
-O Encontro Anarquista do Livro é organizado por Ardora sediçons anarquistas, @CSOAoaturuxodasmarias e individualidades

Programaçom:

Dia 10

16:00h Obradoiro de masculinidades*
18:00h Obradoiro de defesa informática
20:00h Apresentaçom do documentário: Redes contra a política do espólio e faladoiro sobre conflitos ambientais na Galiza com pessoas implicadas
22:00h Ceador
22:30h «Sombras», do Grupo de Teatro Faísca

Dia 11

10:00h Apresentaçom do documentário Tot Inclós. Danos e consequências do turismo
12:00h Experiências de okupaçom em Portugal
14:00h Títeres de Guinhol: «A fiera risueña»
15:00h Jantar solidário com xs encausadxs do Escárnio e Insumisa
16:00h Obradoiro de Teatro da Oprimida para mulheres*
16:00h Obradoiro: “Fáztelo”, auto-ediçom de fanzines por: Ké animal es ese gato
18:00h Fissuras no anarquismo. Erros na gestom da saúde mental de companheirxs
20:00h Venezuela: entre naufrágios e fake news
22:00h Ceador

Dia 12

12:00h Apresentaçom das publicaçons anarquistas Kalinov Most e Infamia
14:00h Jantar
16:00h Obradoiro de twerking para mulheres*
17:00h Umha olhada sobre as prisons e atualidade da loita anti-carcerária 
19:00h Moabi, Teatro penitenciário 
20:00h Ceador
20:30h Concertos: Tenue, Sapoconcho sem Poncho e grupo por confirmar

Feira de livros durante todo o encontro
*É importante inscrever-se nos obradoiros de “Masculinidades”, “Teatro da Oprimida” e “Twerking” para assitir.

Inscrever-se em: encontrocompostela@riseup.net ou no facebook